Indicações

Aliviando o estresse com livros de colorir!

livros de autoajuda - livros de colorir

Existem diversas formas de aliviarmos o estresse, entre tantas opções uma me foi (e ainda esta sendo) muito boa… Trata-se dos livros de colorir.

Para você parece infantil? Parece perda de tempo? Talvez até seja mesmo, afinal para cada pessoa funciona uma coisa, mas de fato os livros de colorir não só estão me ajudando a ficar menos estressada no dia a dia, como também estão me auxiliando na criatividade.

Como trabalho com marketing e design, preciso estar motivacionalmente ativa para que a criatividade esteja sempre presente, e livros assim tem me ajudado muito.

Em casa tenho dois livros, são eles: O Reino Animal de Millie Marotta e Jardim Secreto de Johanna Basford, ambos lançados pela editora Sextante.

Na época que saíram era uma febre tão grande que o preço deles era um pouquinho salgado, mas hoje é possível encontrá-los com preços bem camaradas. Os meus mesmo eu comprei em um combo há alguns meses atrás e que juntos somavam R$10. Imagine só? Dez reais por dois livros lindos desses! Sem comentários.

Como forma de lhe auxiliar na melhor forma de utilizá-los, trouxe abaixo algumas dicas que podem lhe ajudar a práticar e obter bons resultados com livros assim.

Recomendação para quem deseja iniciar a prática

livros de autoajuda - livros de colorir

Assim como na meditação, que exercitamos a mente a se esvaziar e tentamos não pensar em nada, no momento de pintar os desenhos você deve fazer o mesmo.

  • Sente-se numa posição confortável para pintá-los, escolha suas cores e desenhos favoritos e tente se concentrar somente nos desenhos, em mais nada.
  • Todo pensamento que vier a sua mente, tente deixá-los fluir, ir embora, sem ficar pensando ou se prendendo neles.

É difícil não se prender aos pensamentos que vêm a nossa mente, mas esse é o principal intuito de livros de colorir como esse, são uma forma diferente de meditar.

Ajuda muito se ao pintar os desenhos você se imaginar vivenciando boas experiências ou mesmo deixar seus pensamentos fluírem como se fossem bolhas de ar e que saem flutuando para fora da água. Não se deixe prender aos pensamentos, deixe a mente o mais leve e livre possível.

Você verá que ao final de alguns minutos estará se sentindo tão calma quanto se fizesse uma prática de meditação. É incrível!

Tente e depois me conte.

Agora se você já faz uso dessa prática, me conte como faz para ela ser tão boa para você!

Beijinhos e até a próxima! ♥

Andréia Verrone

28 anos, empresária, gosta de dedicar suas horas vagas para compartilhar inspirações, dicas e livros de auto ajuda. Deseja motivar cada leitor a ir mais longe em sua caminhada e chegar mais próximo de seus sonhos.

“O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas amar tudo que você tem!” – George Carlin