Artigos

Um mês de Desafio Milagre da manhã

livro de auto ajuda Milagre da Manhã

No dia 30 de abril eu trouxe para vocês a resenha do livro O Milagre da Manhã e o que eu achei do livro e do desafio que o autor, Hal Elrod, propôs. Hoje, depois de pouco mais de dois meses, vim aqui trazer um resultado, um resumo do que esse livro acrescentou na minha vida.

Eu sempre fui de acordar em cima da hora para fazer as coisas, ficava desesperada, fazendo tudo correndo e de qualquer jeito porque tinha que me arrumar, tomar café da manhã e deixar tudo organizado para ir trabalhar, e quando comecei a trabalhar por conta própria então, a coisa desandou ainda mais.

Depois que comecei o desafio do livro O Milagre da Manhã eu me senti mais confiante para colocar isso em prática e me dedicar a coisas que queria fazer.

Tudo tem um processo

Na primeira semana – ao contrário do que pensei, foi fácil, eu acordava as 5 horas e não me sentia nada cansada por isso.

Na segunda semana foi algo mais ou menos, sentia cansaço mas mesmo assim era algo normal, conseguia aguentar tranquilamente. Mas o jogo virou quando eu entrei na terceira semana.

Na terceira semana me sentia uma morta viva, me arrastando de um canto pro outro. Alguns dias eu furei o desafio e me permiti acordar mais tarde, mas não depois das 7 horas da manhã.

Uma semana e meia antes de completar os 30 dias do desafio, voltei a acordar no horário combinado, com um pouco mais de disposição.

E então quando completei um mês e duas semanas vi que não tinha muita necessidade de acordar as cinco horas e passei a acordar às 6 horas e é assim que tenho seguido desde então.

milagre da manha livroResultado

Acordar mais cedo tem me permitido colocar a vida em ordem, tanto a pessoal quando a profissional porque aproveito a hora extra para estudar, me exercitar – caminhando ou fazendo Yoga sem neura, e ainda colocar a casa em ordem.

Pretendo levar assim para o resto da vida e ainda tenho a intenção de me esforçar mais e acordar ainda mais cedo, mas vou fazer isso quando tiver que adicionar mais tarefas no meu dia a dia, por enquanto 6 horas da manhã está ótimo.

Só o fato de conseguir sentar com calma para tomar o meu café já mudou meus dias e minha cabeça pra melhor!

Ah, vale ressaltar que tudo parece mais gostoso agora, tenho a impressão de realmente ter acordado pra vida.

E você? Fez o desafio? Curtiu? Como foi sua experiência? Me conte!

Beijinhos e até a próxima! ♥

Andréia Verrone

28 anos, empresária, gosta de dedicar suas horas vagas para compartilhar inspirações, dicas e livros de auto ajuda. Deseja motivar cada leitor a ir mais longe em sua caminhada e chegar mais próximo de seus sonhos.

“O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas amar tudo que você tem!” – George Carlin